Topo
O site do Hospital Beatriz Ângelo usa cookies para assegurar uma experiência de utilização adequada e para conhecer o fluxo de visitas e suas características.
Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies. Para mais informações consulte a Política de Cookies.
Serviço Nacional de Saúde

Hospital Beatriz Ângelo

Navegação Principal do site

Lançamento da 1ª Pedra


A cerimónia de lançamento da 1ª pedra do Hospital Beatriz Ângelo foi realizada no dia 12 de Janeiro de 2010, no local de construção do hospital, a Quinta da Caldeira no Concelho de Loures. Foi presidida pelo Primeiro Ministro, estando também presentes a Ministra da Saúde, os Secretários de Estado da Saúde e das Finanças, os Presidentes das Câmaras de Loures, de Odivelas e da Amadora, os responsáveis da SGHL - Sociedade Gestora do Hospital de Loures, SA e HL - Sociedade Gestora do Edifício, SA, os representantes dos acionistas das sociedades gestoras, entre outras individualidades.

Nesta cerimónia que assinala o início da construção, o Primeiro Ministro colocou a primeira pedra, sendo introduzida sob esta uma moeda que, simbolicamente, pretende desejar o maior sucesso ao novo hospital.

Seguiram-se os discursos do Presidente da Câmara de Loures, Carlos Teixeira, da Presidente do Conselho de Administração do Hospital Beatriz Ângelo e Presidente da Comissão Executiva do Grupo Espírito Santo Saúde, Isabel Vaz, da Ministra da Saúde, Ana Jorge, e do Primeiro Ministro, José Sócrates.

O Presidente da Câmara de Loures, Carlos Teixeira, destacou o significado do dia, aguardado pelo concelho de Loures há 90 anos, acreditando que não haverá novo revés na concretização de um tão longo anseio da população de Loures e manifestando a sua total abertura para colaborar com o consórcio responsável pelo hospital.

A Presidente do Conselho de Administração do Hospital Beatriz Ângelo, Isabel Vaz, referiu que "O acesso universal aos cuidados de saúde é um inequívoco factor de coesão social, um direito civilizacional e uma conquista da nossa democracia. Por isso o lançamento de um novo hospital não é um acontecimento igual aos outros." Aludiu e agradeceu aos parceiros do consórcio autor do projecto, às estruturas do Ministério da Saúde envolvidas no desenrolar do projecto e ao poder político. Terminou a sua intervenção dirigindo-se ao Primeiro-Ministro, à Ministra da Saúde e à população da área de influência do novo hospital, para assumir o compromisso de contribuir de uma forma "marcante e exemplar para o desenvolvimento do Serviço Nacional de Saúde português".

A Ministra da Saúde, Ana Jorge, dirigiu-se aos autarcas da área de influência do novo hospital partilhando a satisfação pela concretização do projecto do novo hospital, e às sociedades parceiras no projecto, referindo que com o contrato assinado esta parceria será um bom exemplo no sector da saúde em Portugal. Sublinhou que o novo hospital não é um projecto isolado, inserindo-se na estratégia do governo de reforçar e modernizar a rede hospitalar do Serviço Nacional de Saúde e que decorre de um trabalho muito sério de identificação de necessidades, de diálogo com as autarquias e de definição de prioridades. Anunciou ainda o nome Beatriz Ângelo escolhido para o hospital, bem como o processo que conduziu a essa escolha.

No seu discurso, o Primeiro Ministro, José Socrates, salientou a requalificação da rede hospitalar como um exemplo da resposta à crise económica e também uma aposta nas gerações futuras: "O investimento nestes hospitais é absolutamente essencial, não apenas para melhorar o Serviço Nacional de Saúde, mas para responder à crise económica, para recuperar a nossa economia, para que mais portugueses tenham emprego e para que mais empresas tenham oportunidades."

voltar
 
 
Luz Saúde, S.A., Sociedade Aberta © 2017