Topo
Este site usa cookies
Os cookies que usamos permitem usufruir de todas funcionalidades e ter uma boa experiência de utilização. Os cookies essenciais são imprescindíveis para o bom funcionamento do site e só podem ser desativados alterando as preferências do browser. Os cookies analíticos recolhem e analisam informação sobre a utilização do site, de forma anónima, que nos ajuda a melhorar a experiência de navegação.
Aceita cookies analíticos?
Serviço Nacional de Saúde
República Portuguesa

Hospital Beatriz Ângelo

Navegação Principal do site

 
 
 
 
 

Gastrenterologista do HBA apela ao rastreio do cancro colorretal

2018-03-12

Gastrenterologista do HBA apela ao rastreio do cancro colorretal

Alexandre Ferreira, médico gastrenterologista do Hospital Beatriz Ângelo (HBA), participou no programa da TVI ‘Diário da Manhã’, a 2 de março, tendo alertado para a necessidade de todas as pessoas acima dos 50 anos fazerem o rastreio do cancro colorretal, o que mais mata em Portugal e que regista uma tendência crescente de casos. O médico apelou à realização do rastreio, explicando que a colonoscopia é o meio mais eficaz para prevenir e detetar a tempo este tipo de cancro.

«Esperamos inverter esta tendência de subida de casos através do rastreio, sistemático ou oportunístico, que passe por todas as pessoas a partir dos 50 anos fazerem uma colonoscopia», afirmou Alexandre Ferreira, que é vogal da direção da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia e ainda médico gastrenterologista do Hospital da Luz Clínica da Amadora. Se a população portuguesa aderisse a este rastreio, acrescentou, a incidência do cancro colorretal poderia reduzir «eventualmente até aos 80%».

Quanto ao receio que as pessoas ainda manifestam em relação à colonoscopia, o médico lembrou que se trata de um exame feito com sedação e que a maior dificuldade talvez seja ter de se perder um dia de trabalho para realizar a preparação para o exame.

Veja a intervenção de Alexandre Ferreira


 

voltar
 
 
Luz Saúde, S.A., Sociedade Aberta © 2018