Topo
Este site usa cookies
Os cookies que usamos permitem usufruir de todas funcionalidades e ter uma boa experiência de utilização. Os cookies essenciais são imprescindíveis para o bom funcionamento do site e só podem ser desativados alterando as preferências do browser. Os cookies analíticos recolhem e analisam informação sobre a utilização do site, de forma anónima, que nos ajuda a melhorar a experiência de navegação.
Aceita cookies analíticos?
Serviço Nacional de Saúde
República Portuguesa

Hospital Beatriz Ângelo

Navegação Principal do site

 
 
 
 
 

Gastrenterologista Joana Torres conclui doutoramento com louvor e distinção

2018-07-30

Gastrenterologista Joana Torres conclui doutoramento com louvor e distinção

Joana Torres, gastrenterologista do Hospital Beatriz Ângelo (HBA), prestou provas públicas de doutoramento em Medicina, especialidade de gastrenterologia, na Faculdade de Medicina de Lisboa, tendo sido aprovada por unanimidade com louvor e distinção.

A tese de doutoramento de Joana Torres, que tem por título «Phenotyes in Inflammatory Bowel Disease» (‘Fenotipos especiais da doença inflamatória do intestino’), foi avaliada por um júri constituído por seis professores universitários da área da Medicina e da Farmácia, alguns dos quais catedráticos: Paulo Freire (Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra), Manuel Macedo (Faculdade de Medicina da Universidade do Porto), Rui Maio (Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa), Cecília Rodrigues (Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa), Paula Nunes (Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa) e Marília Cravo (Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa). Esta última foi a orientadora da tese de doutoramento.

Na apreciação final das provas de Joana Torres, o júri considerou o trabalho apresentado «particularmente brilhante». Foi ainda enfatizado o apoio, o investimento e as condições particulares que, tanto o serviço de gastrenterologia, de que é responsável Marília Cravo, e o departamento de cirurgia do HBA, dirigido por Rui Maio, como o próprio Grupo Luz Saúde, deram a Joana Torres em termos de estatuto de médica investigadora.

O trabalho da médica do HBA já tinha sido distinguido em 2016, quando recebeu o prémio Dean’s Healthcare System Icahn School of Medicine pelos resultados de uma investigação realizada no âmbito do estudo MECONIUM sobre doença inflamatória do intestino, que estava a ser desenvolvido no Hospital Mont Sinai, em Nova Iorque. Foi também pelos resultados de outro estudo sobre esta doença, o projeto PREDICTIS, igualmente a ser desenvolvido no Hospital Mont Sinai, em Nova Iorque, que Joana Torres recebeu outra distinção. Já em 2017, Joana Torres recebeu o Prémio Nacional de Gastrenterologia, atribuído pela Sociedade Portuguesa desta especialidade, pelo trabalho «Farnesoid x receptor expression in microcospic colitis: a potential role in disease ethiopathogenesis».
 
 

voltar
 
 
Luz Saúde, S.A., Sociedade Aberta © 2018