Topo
Este site usa cookies
Os cookies que usamos permitem usufruir de todas funcionalidades e ter uma boa experiência de utilização. Os cookies essenciais são imprescindíveis para o bom funcionamento do site e só podem ser desativados alterando as preferências do browser. Os cookies analíticos recolhem e analisam informação sobre a utilização do site, de forma anónima, que nos ajuda a melhorar a experiência de navegação.
Aceita cookies analíticos?
Serviço Nacional de Saúde
República Portuguesa

Hospital Beatriz Ângelo

Navegação Principal do site

 
 
 
 
 

Primeiro ensaio clínico da iniciativa do investigador no HBA

2018-10-09

Primeiro ensaio clínico da iniciativa do investigador no HBA

O Hospital Beatriz Ângelo (HBA) é, pela primeira vez, promotor de um ensaio clínico da iniciativa de um investigador – José Luís Passos Coelho, diretor do Departamento de Oncologia. O ensaio, já em fase de recrutamento, conta com uma equipa de mais seis investigadores e 22 colaboradores, entre médicos, enfermeiros, farmacêuticos e coordenadores de estudo, e propõe-se estudar os efeitos de um medicamento inovador em doentes com tumores metastáticos de testículo e ovário.

Trata-se de um ensaio clínico «de elevado interesse científico, que procura verificar a eficácia da imunoterapia, atualmente em grande expansão para um largo número de neoplasias, nos tumores de células germinativas (TCG) refratários a platina», explica o investigador coordenador na apresentação deste ensaio, que vai envolver doentes com tumores de testículo e ovário a quem a primeira linha de tratamento não obteve os resultados esperados.

Este ensaio é multicêntrico, contando com a colaboração do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, Porto e Coimbra. A equipa de investigadores, liderada por José Luís Passos Coelho, inclui os especialistas Francisco Paralta Branco (HBA), Susana Esteves (IPO Lisboa), Margarida Brito (IPO Lisboa), Joaquina Maurício (IPO Porto), Gabriela Sousa (IPO Coimbra) e José Carlos Machado (do IPATIMUP).

A imunoterapia tem demonstrado ser eficaz em múltiplas neoplasias, «com remissões prolongadas e eventuais ‘curas’ nalguns doentes, sendo atualmente tratamento standard de primeira ou de segunda linha em vários tipos de cancro metastático, como, por exemplo, melanoma, pulmão, rim, urotélio, cabeça e pescoço ou linfoma», refere ainda o professor universitário e oncologista José Luís Passos Coelho na apresentação do ensaio.

 

voltar
 
 
Luz Saúde, S.A., Sociedade Aberta © 2018