Topo
O site do Hospital Beatriz Ângelo usa cookies para assegurar uma experiência de utilização adequada e para conhecer o fluxo de visitas e suas características.
Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies. Para mais informações consulte a Política de Cookies.
Serviço Nacional de Saúde
República Portuguesa

Hospital Beatriz Ângelo

Navegação Principal do site

Tremor de terra em Sobral serve de mote ao simulacro de emergência no HBA

2017-10-09

Tremor de terra em Sobral serve de mote ao simulacro de emergência no HBA

Um tremor de terra com epicentro no Sobral de Monte Agraço levou à urgência do Hospital Beatriz Ângelo (HBA), sábado, 7 de outubro, cerca de três dezenas de feridos, todos sem gravidade. O abalo provocou a queda de objetos dentro das casas de habitação e pequenas explosões em fábricas locais e de botijas de gás, que fizeram várias vítimas por trauma e por intoxicação de gases tóxicos. Os feridos acabaram todos por ter alta hospitalar ao longo do dia.

Este seria o início da notícia, se aquilo que se experimentou no sábado, dia 7 de outubro, nas urgências do HBA, tivesse acontecido mesmo. Na verdade, não houve qualquer tremor de terra em Sobral de Monte Agraço neste dia, nem as suas alegadas vítimas, assistidas no Hospital, estavam mesmo feridas. Foi tudo um simulacro.

O evento reuniu quase uma centena de profissionais de saúde, bombeiros e voluntários e serviu para testar o Plano de Emergência Externo do hospital, isto é, a resposta do HBA a um acontecimento externo súbito e inesperado, que implica mais recursos hospitalares do que aqueles que estão habitualmente presentes, no dia-a-dia.

Como acontece todos os anos, este simulacro mobilizou as equipas de médicos, enfermeiros e administrativos das três urgências do HBA - geral, pediátrica e obstétrica -, que foram reforçadas com profissionais de outras áreas. Durante o simulacro, e para verificar a resposta do Hospital à situação de emergência externa, foram ainda mobilizados especialistas de cirurgia geral, ortopedia, imagiologia e patologia clínica, além do serviço de sangue (imunohemoterapia), do bloco operatório e das equipas de segurança. Os bombeiros de Sobral de Monte Agraço, Camarate e Loures participaram também neste simulacro.

Foram atendidos 20 adultos, 5 crianças e duas grávidas, que apresentaram várias situações de trauma, intoxicações por gases tóxicos e ansiedade. Todos eles, naturalmente, ‘feridos’ voluntários - entre bombeiros, profissionais do Hospital e muitos familiares destes.

No final do simulacro, os responsáveis da urgência do HBA consideraram que a resposta dada foi a adequada, tendo os serviços cumprido genericamente tudo o que está previsto no Plano de Emergência Externo do Hospital Beatriz Ângelo.

 

voltar
 
 
Luz Saúde, S.A., Sociedade Aberta © 2017